Chapada Diamantina – Dicas de viagens

Chapada Diamantina - dicas de viagemOlá galera. Depois desses 2 posts sobre “Esterzinha no Brasil” : Roadtrip de Maresias até o Rio e Ilha Grande, chegou a hora de falarmos desse lugar espetacular: A Chapada Diamantina.

Serão 2 posts sobre esse paraíso natural.

Como chegar na Chapada Diamantina?

Voamos até Salvador e alugamos novamente uma doblô no próprio aeroporto. Custou 1.500 reais por 7 diárias.

O acesso de Salvador para a Chapada Diamantina é pela BR 324. Há 4 pedágios nessa estrada custando em média 4.50 reais cada.

A vegetação muda. Surpreendentemente brota um novo Brasil diante de nossos olhos. Não há mais praias, mas por outro lado, há uma natureza estonteantemente linda.

Muita atenção na estrada pois tem muitos caminhões. Eles são na maioria enormes e os motoristas dirigem como loucos.

Só para exemplificar, passamos por muitos apuros nas ultrapassagens. Tanto nas nossas quanto nas deles, foi uma mistura de aventura com tensão.

Lençóis – a cidade encantada da Chapada

Lençóis é a cidade mais próxima da Chapada Diamantina. É pequena, porém linda. Com suas ruas de paralelepípedo, Lencóis se torna ainda mais encantadora.

A cidadezinha respira esporte e aventura.

Todos que visitam o local são particularmente amantes da natureza e esporte.

Como os visitantes estão sempre fazendo passeios durante o dia, o momento mais alto de Lençóis consequentemente, é a noite.

A magia da noite cai sobre Lençóis e inegavelmente todos a curtem.

O centrinho é bem badaladinho. Há restaurantes, diversas agências de turismo, lojinhas de artesanato e manifestação de dança na rua.

Onde se hospedar em Lençóis?

Ficamos e recomendamos muito a Pousada Lumiar 

É um casarão da época colonial, restaurado e tombado pelo patrimônio histórico. Localizado bem próximo ao centro da cidade de Lençóis.

Eles oferecem diferentes tipos de hospedagens, tais como: Quartos coletivos, privativos e até Chalés. Além disso, há também Camping no mesmo local.

Ah.. Não poderia deixar de falar da bela vista que temos. É para um jardim repleto de flores cheirosas ao som de passáros exóticos. O beija-flor era nosso amigo de todas as manhãs.

Nosso café da manhã foi sempre especial, além dessa vista do paraíso, comíamos tudo fresco. Todas as comidas e bebidas vinham direto da horta deles 🙂

O que ver e fazer em Lençóis?

Essa cidadezinha encantada oferece muita coisa boa.

Parque Municipal do Serrano – a praia de Lencóis

O Serrano é um parque municipal que inclui as piscininhas naturais ou caldeirões que se formam no rio Lençóis.

Infelizmente em março não há àgua em abundância, mas mesmo assim, conseguimos aproveitar nossa piscininha particular.

Salão de Areias Coloridas

É incrível ver esse salão de areia num local que não há mar. Você sabia que no passado, a chapada era fundo de mar?  Inacreditável.

Cachoeirinha

Como o próprio nome diz, é uma pequena cachoeira 🙂

A cachoeirinha em Lençóis, tem pouco volume de queda d’água, entretanto, é ótima para se refrescar. Após as subidas e descidas das trilhas percorridas pelo Serrano, quem não se jogaria?

 

A água transparente da Cachoeirinha  proporciona deliciosos momentos para relaxar.

Devido ser uma cachoeira pequena com pouco volume de água , é rasa e é ideal para ficar de molho curtindo o visual do local.

Poço Halley

Eu simplesmente não queria sair desse poço. Amei de verdade. A cor da água me encantou e a magia desse lugar naturalmente te leva para outro nível.

 

Gruta da Fumaça

Essa gruta localiza-se em Iraquara. Considerada uma das cavernas mais completas da região devido às formações geológicas.

Tivemos contato não apenas com formações de estalactites/estalagmites como também com a Flor de Arogonita, considerada uma raridade.

O ponto alto desse passeio para mim foi o momento em que apagamos as lanternas e ficamos em silêncio por um minuto.

A escuridão me faz refletir. Por um 1 minuto pude viajar “dentro da gruta”.

É obrigatório contratar um guia, pois obviamente eles conhecem tudo e preservam muito bem a gruta.

Vale muito a pena esse passeio. Você vai adorar.

Fazenda Pratinha

Essa fazenda Pratinha é uma ótima opção de passeio na Chapada Diamantina. Ela fica em Iraquara, bem perto de lençóis. O trajeto é bem sinalizado e o GPS ajuda muito.

É propriedade particular. O valor da entrada é de R$40 por pessoa.

Com essa entrada, você pode visitar a gruta azul e tomar banho no Rio Pratinha. Além disso, há restaurante, banheiros e estacionamento.

A fazenda é realmente linda, mas tudo é pago a parte.

Atrações e preços na Fazenda Pratinha

Gruta Azul – Está inclusa no valor da entrada. Entre os meses de abril a setembro, entre 14 e 15 h, raios solares produzem um cenário muito lindo na Gruta. Ela fica azul mesmo. Imperdível.

Como não sabíamos dessa do horário, conseguimos pegar só um pouquinho do azul. Pode ser (ou não) que tenha algo a ver com o mês, visto que nossa viagem foi em março.

Rio Pratinha – Está incluso no valor da entrada. Esse rio é limpíssimo, há muitos peixes. Leve snorkel e aproveite muito. Vale a pena 🙂

Se você observar bem, terá uma doce surpresa no caminho de terra que te leva ao rio:

 

Eles comem na palma da mão. São muito fofinhos 🙂

 

Tirolesa no Rio Pratinha – 20 reais

Flutuação na Gruta da Pratinha – 40 reais – Mesmo sendo um preço salgado, o passeio vale muito a pena. Você conhece o interior da gruta numa total escuridão. Todos meus amigos foram, menos eu.

Tenho medo de verdade. Até eles que são experientes, disseram que relamente não é para qualquer um.

O passeio, de meia hora, inclui: snorkel, pé de pato, colete salva-vidas e lanterna.

As fotos são de tirar o fôlego. Para quem curte, deve ser mesmo uma experiência incrível.

Veja aqui as mais belas imagens desse paraíso natural, chamado Chapada Diamantina: